segunda-feira, 13 de junho de 2011

IGREJA DE SANTO ANTONIO - LISBOA (PORTUGAL)

A Igreja de Santo António é um dos marcos religiosos da cidade de Lisboa (Portugal), por se encontrar no local onde se diz ter vivido Santo António, Fernando de Bulhão, que é o Santo Popular padroeiro de Lisboa, no anexo um museu que celebra o Santo.
O Templo é caracterizado pela fachada com elementos barrocos, rococós e neoclássicos, com uma única nave.
Cobertura abobadada, tendo o mármore seu elemento principal. Encontra-se ainda enriquecida com pinturas do
Pedro Alexandrino, ricos azulejos do século XVIII e grades neo-medievais.

 O atual templo foi edificado entre 1767 e 1787, após o grande terremoto de 1755 que danificou  o templo anterior, erguido de acordo com projeto do arquiteto Mateus Vicente de Oliveira. Do templo original resta apenas a cripta, com entrada pela sacristia.
A reconstrução foi possível devido ao peditório realizado pelas crianças em honra a Santo António, vindo desde aí a tradição popular da “esmolinha para o Santo António”. O chão da Igreja encontra-se coberto de moedas, em alusão ào evento e nas paredes estão expostas mensagens de fiéis.
                           
 A Igreja de Santo António está classificada como Monumento Nacional.
 No interior, na descida para a cripta, um painel de azulejos modernos celebra a visita do Papa João Paulo II em 1982.
Manda a tradição que os jovens que tencionam casar, no dia do casamento visitem a igreja e deixem flores para o Santo António, que dá boa sorte aos recém-casados.




 
Pesquisa feita na internet.