sexta-feira, 19 de junho de 2009

LOJA TEM FACHADA EM METAL ENTRELAÇADA - BELO HORIZONTE (MG) - BRASIL

A expressão “vestir o edifício” é usual na arquitetura. Fala dos revestimentos externos empregados, das reentrâncias e saliências observadas, do caráter final plástico do volume construído. Estou falando do projeto para uma loja de roupas do arquiteto Marcelo Alvarenga em Belo Horizonte (Minas Gerais) - Brasil, o uso dessa expressão é literal. Ele realmente teve a intenção de “vestir” (na mais pura acepção da palavra), um sobrado foi adaptado para receber a loja. A porção lateral foi demolida para dar espaço a um passeio de entrada e a uma ampliação dos limites internos, formando um espaço amplo para exposição das roupas e acessórios. Da grande porta de madeira pivotante da entrada se acessa a nova porção lateral, coberta por um pergolado de vigas metálicas e chapas curvas de policarbonato, que permitem a entrada abundante de luz natural no interior da loja.
Veja como se veste um fachada como se fosse uma roupa, e tem ainda a trama do tecido: uma malha metálica. “O projeto apropriou-se da ideia de malha, inerente ao tricô produzido pela marca”, explica o arquiteto.